PSD dá aos jovens "motivos extra" para votarem nas eleições europeias

Eurodeputado José Manuel Fernandes apresentou em Vila Nova de Famalicão a mandatária distrital para a juventude, Sofia Lobo

---

"Desta vez, os jovens têm motivos extra e responsabilidades acrescidas para irem votar" no próximo domingo nas eleições para o Parlamento Europeu. O apelo é lançado pela vice-campeã mundial de kickboxing, Sofia Lobo, que ontem foi apresentada em Vila Nova de Famalicão como mandatária para a juventude do distrito de Braga pela candidatura às europeias do PSD.

"Não há dúvida alguma que o PSD está a dar aos jovens voz, espaço e meios para intervirem, influenciarem e decidirem diretamente ao nível da ação política. Para o PSD, os jovens contam e são valorizados. Isso acontece não apenas pelas políticas e compromissos direcionados para a juventude, mas também pela forma como está a chamar os jovens a assumirem poder e intervenção nas instituições políticas", elogiou Sofia Lobo, agradecendo o convite do eurodeputado e candidato socialdemocrata José Manuel Fernandes.

Sete vezes campeã nacional de kickboxing, bi-campeã ibérica e atual vice-campeã mundial da modalidade, Sofia Lobo vincou que o espaço disponibilizado para os jovens pelo PSD - que colocou como número dois da lista europeia Lídia Pereira, de 27 anos e líder da maior organização de juventude da Europa - tem de ser bem correspondido, a favor dos jovens e também da sociedade em geral.

"Os jovens interessam-se pelo futuro, não apenas por eles próprios, mas também pelo planeta e pelo modo de vida da sociedade em geral. Independentemente da opção partidária ou política de cada um, importa que cada jovem vote, ainda que eu considere que a opção correta é o PSD", apelou a campeã de kickboxing.

Sensibilizada por a candidatura socialdemocrata não se limitar apenas ao futebol e ter uma visão mais inclusiva do desporto, Sofia Lobo vincou o facto do PSD "marcar a diferença, também na juventude".

"Habitualmente, os políticos e os partidos gostam de falar dos jovens, mas nunca lhes abrem espaço ou áreas de poder, mas temos de reconhecer - porque é justo - que o PSD surpreendeu e esteve bem ao indicar uma jovem com o valor da Lídia Pereira para número dois", justificou a mandatária para a juventude.

Na apresentação, que teve lugar num ambiente descontraído no Parque da Juventude em Vila Nova de Famalicão, participaram o presidente da Câmara, Paulo Cunha, o líder da JSD distrital, Firmino Costa e vários deputados à Assembleia da República.

Juventude - prioridade do PSD na UE 

José Manuel Fernandes salientou a importância de chamar novos protagonistas para a atividade política, "ainda para mais quando se trata de pessoas que se diferenciam como exemplo de dedicação, determinação e empenho nas causas".

Aproveitando para reiterar que, "para o PSD, a juventude conta", o Eurodeputado e candidato lembrou que o grupo socialdemocrata no Parlamento Europeu assumiu a juventude como "uma prioridade da União Europeia" e liderou o processo que levou ao reforço dos programas europeus ao nível da educação, formação, Juventude e Desporto (Erasmus +), da oportunidade de primeiro emprego (rede Eures) e do voluntariado (o novo Corpo Europeu de Solidariedade).

Para o próximo mandato, José Manuel Fernandes adiantou que o PSD propõe iniciativas destinadas à promoção do empreendedorismo jovem, através da criação de linhas específicas nos programas de apoio ao investimento e da simplificação dos processos de candidatura.

Além disso, aposta no reforço do programa DiscoverEU, que foi proposto também pelo grupo do PSD e que garante aos jovens uma experiência de mobilidade na Europa com bilhetes gratuitos de Interrail.

O Eurodeputado e número três do PSD referiu ainda que os socialdemocratas - por sugestão de Lídia Pereira - conseguiram já aprovar no Parlamento Europeu um projeto para um orçamento participativo destinado a propostas dos jovens europeus, com 5 milhões de euros.

"O PSD apresenta um programa de propostas extremamente importantes para os portugueses e para a consolidação da União Europeia, assim como a melhor lista de candidatos com competências e qualidades internacionalmente reconhecidas, assegurando simultaneamente um equilíbrio inédito entre diferentes gerações e as regiões do país", realçou José Manuel Fernandes.