Notícias

Siga todas as notícias e acontecimentos Nacionais e Europeias do Eurodeputado José Manuel Fernandes.

“GOVERNO SÓ NÃO AJUDA AS EMPRESAS SE NÃO QUISER”

José Manuel Fernandes é coordenador do maior grupo político — o Partido Popular Europeu — na comissão dos Orçamentos do Parlamento Europeu (PE) e considerado um dos mais influentes eurodeputados da União Europeia (UE). Em entrevista ao Expresso, o social-democrata alerta que a escalada dos preços e a guerra obrigarão a Europa a reestruturar o Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2021-27 e o país a rever os projetos financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) ou pelo Portugal 2030. Para salvar as empresas, propõe a rápida mobilização dos empréstimos da ‘bazuca’ europeia para o InvestEU, o programa que sucedeu ao Plano Juncker na multiplicação dos fundos europeus em instrumentos financeiros: “Por cada €1000 milhões que Portugal colocar como garantia no InvestEU, pode capitalizar as empresas em mais de €7 mil milhões.”´

UMA EUROPA MAIS DIGITAL E RESILIENTE

No início deste ano, a União Europeia (UE) deu seguimento às suas ambições espaciais, apresentando duas iniciativas: uma proposta de regulamento relativo a uma conectividade segura baseada nas tecnologias espaciais e uma comunicação conjunta sobre uma abordagem da UE em matéria de gestão do tráfego espacial. As tecnologias espaciais são fundamentais para facilitar a vida quotidiana, contribuindo para um futuro mais digital, ecológico e resiliente para o planeta.

“A União Europeia só avança no último minuto”

“em entrevista à arquidiocese de Braga”

José Manuel Fernandes é deputado ao Parlamento Europeu desde 2009. Natural de Vila Verde, é coordenador do Partido Popular Europeu na comissão do orçamento da União Europeia. Aproveitamos o Trânsito de São Bento, Patrono da Europa (que foi celebrado a 21 de Março), para conversar com o representante português e minhoto sobre o momento que a União atravessa actualmente.

Europa percebeu que tem de investir na defesa e segurança

O eurodeputado minhoto José Manuel Fernandes afirmou ontem, à margem de um debate no Parlamento Europeu sobre a agressão militar da Rússia à Ucrânia, que a União Europeia (UE) “reagiu de forma unida com enormes sanções económicas e financeiras” ao regime de Vladimir Putin e que, “finalmente, percebeu que tem de investir na defesa e segurança europeia”.
O eurodeputado do PSD reconheceu que “a opinião pública forçou a uma mudança, obrigou os governantes a serem firmes”.

1 2 3 4 66 67