Eurodeputado José Manuel Fernandes salienta papel das pequenas e médias empresas para puxarem pelo ‘país todo’

Em visita à Expovez, José Manuel Fernandes salienta força da economia local, com impacto reforçado em tempo de cortes e cativações do governo centralista do PS

---

“Só com uma economia forte, assente nas pequenas e médias empresas, e que seja capaz de acarinhar e estimular a iniciativa privada, o empreendedorismo, a competitividade e a produção de valor acrescentado, podemos triunfar à escala global e garantir, de forma sustentada, melhores salários para todos os portugueses, qualidade de vida e melhores serviços públicos”.

Em visita à Expovez – Feira do Alto Minho, que decorreu durante o fim-de-semana em Arcos de Valdevez, o Eurodeputado José Manuel Fernandes enalteceu o papel das PME e dos empresários de diferentes setores para “puxarem pelo ‘país todo’” e garantirem “coesão territorial, social e económica”.

“As micro-empresas e as PME têm um especial impacto nos tempos de hoje, dominados pela governação centralista do PS, centrada em cortes e cativações que impedem o investimento público e o desenvolvimento sustentado do país”, denunciou o Eurodeputado do PSD, elogiando a diversidade de setores e atividades económicas presentes na Expovez.

Acompanhado pelo presidente da Câmara dos Arcos, João Manuel Esteves, e diversos autarcas locais, José Manuel Fernandes frisou que, “conforme o compromisso” que assumiu na região do Minho, o Parlamento Europeu aprovou a sua proposta de estratégia que designou de 3E’s: Emprego, Empresas, e Empreendedorismo.

“Apostamos sobretudo nas pequenas e médias empresas, uma vez que são a espinha dorsal da economia da União Europeia, e de Portugal. Nós acreditamos na iniciativa privada. Não temos medo das palavras competitividade, produtividade e acrescentar valor”, afirmou o Eurodeputado do PSD.

Coordenador do PPE na comissão dos orçamentos, José Manuel Fernandes defendeu que “a empreendedorismo tem de ser fomentado”, aproveitando para elogiar a iniciativa do Município do Arcos de Valdevez, na defesa do interesse e do desenvolvimento da região, ao estimular uma parceria que mobilizou diferentes entidades, como a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a In.Cubo – Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras em parceria, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e a ARDAL –  Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima.

A Expovez contou com cerca de 150 expositores, ligados aos sectores de comércio e serviços, indústria, agricultura, artesanato, gastronomia e produtos locais, assumindo-se como um espaço de promoção das empresas, dos produtos, dos serviços e do desenvolvimento do território.