José Manuel Fernandes — Eurodeputado

Vamos criar uma Europa mais forte e auto-confiante.

José Manuel Fernandes — Eurodeputado

Vamos criar uma Europa mais forte e auto-confiante.

José Manuel Fernandes — Eurodeputado

Vamos criar uma Europa mais forte e auto-confiante.


Políticas de Ação

Estas são as nossas políticas gerais e basilares.

EUROPA

Sou defensor de uma União Europeia aberta, livre, próspera, sustentável, coesa e solidária; que deverá liderar o exemplo e a inspiração para o resto do mundo.

EMPREGO

Condição fundamental a qualquer economia e território, é a promoção de um elevado nível de emprego, só possível através do desenvolvimento

SOLIDARIEDADE

Solidariedade é sinónimo de sustentabilidade ambiental e económica. Ou seja, somos solidários com as gerações futuras, se lhe deixarmos

ECONOMIA

Sou defensor de uma economia forte, competitiva, amiga do ambiente, produtiva, que promova a inovação e o empreendedorismo, com o objetivo

AMBIENTE

As alterações climáticas, no mínimo, têm de ser mitigadas. A defesa do ambiente baseia-se nos princípios da precaução

SEGURANÇA

A segurança é cada vez mais uma preocupação dos Estados e também dos cidadãos, sendo um elemento essencial para o normal funcionamento

Últimas Notícias

Artigos de Opinião

Explore todos os artigos de opinião escritos por José Manuel Fernandes, acerca das mais diversas materias políticas da atualidade.

A razão está do lado dos professores

Os professores estão desanimados, tristes, desmotivados e revoltados. As reivindicações que fazem são justas e favorecem o interesse nacional. Os slogans como a “paixão da educação” podem servir para caçar – momentaneamente – votos, mas de nada servem se não forem acompanhados de ações concretas. Os professores assim como a generalidade dos portugueses estão fartos de proclamações.

Reforçar a democracia, melhorar a governação

Tenho insistido que os valores europeus, como a democracia, estado de direito, liberdade, defesa da vida e da dignidade humana, têm de ser o chão comum da nossa sociedade. Eles são a base, o alicerce do desenvolvimento económico e social. Erradamente, damos estes valores que conquistámos como absolutamente adquiridos, o que não é verdade: estes valores precisam de ser defendidos, reforçados e promovidos incessantemente. Por isso, faço votos que em 2023 as democracias se fortaleçam, as ditaduras enfraqueçam e os populismos de esquerda e direita regridam. Será a melhor forma de ultrapassarmos a guerra e vencermos os desafios comuns que enfrentamos.

2022: Ano difícil e desafiante

Neste artigo, realço alguns factos de 2022 que considero relevantes.
1- Em 24 de Fevereiro a Rússia iniciou uma guerra invadindo – sem justificação – a Ucrânia.
2- A vitória de Emmanuel Macron foi sofrida, mas muito importante para a UE.
3- Do outro lado do nosso continente, a vitória de Lula nas presidenciais trouxe esperança.
4- O ano que agora finda representa também o fim da pandemia.
5- A nível nacional é de destacar que António Costa ganhou as eleições com maioria absoluta.
6- 2022 foi o primeiro ano do PRR e deveria ter sido – pelo menos – o primeiro ano do Portugal 2030.
7- Tenho insistido que temos uma tempestade de milhões prestes a transformar-se num Tsunami.

Votos de um excelente 2023.

Minuto Europeu

Minuto Europeu 157

Conheça o programa que irá mobilizar 700 mil milhões de euros de 2021 a 2027. Um instrumento importante para a criação de emprego e para o reforço da competitividade da União Europeia.

Atividade nas redes sociais

José M. Fernandes3 dias atrás
Hoje, em Lisboa, os Grupos do PPE no Parlamento Europeu e no Comité Europeu das Regiões reuniram representantes locais e regionais e a sociedade civil para avaliar a implementação do #PRR em #Portugal. #FundosEuropeus #Europa #RoadToRecovery @psdparleuropeu @ppdpsd @EPPGroup https://t.co/d7DjC3IKed