Prémio ESCOLA NA EUROPA - Minho, 2018 - Regulamento

30 de Janeiro, 2018

 

CONCURSO

“Solidariedade: uma imagem de marca da União Europeia”

Na sequência de idênticas iniciativas realizadas nos anos transatos, o “Diário do Minho” – em parceria com o deputado europeu José Manuel Fernandes e a APACRA – Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Minhota, patrocina em 2018 o concurso “ Solidariedade: uma imagem de marca da União Europeia”. Este concurso destina-se a estudantes dos 2.o e 3.o ciclos do ensino básico e do ensino secundário. Publica-se a seguir o Regulamento deste concurso, cujos trabalhos terão de ser remetidos à organização do mesmo até ao dia 23 de março de 2018.

Regulamento

 

1. Preâmbulo

a) O jornal Diário do Minho, com o apoio do deputado ao Parlamento Europeu José Manuel Fernandes e da APACRA – Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Minhota organiza o concurso “Solidariedade: uma imagem de marca da União Europeia”.

 b) A participação do deputado ao Parlamento Europeu José Manuel Fernandes insere-se no âmbito da sua iniciativa “Prémio Escola na Europa”, com o objetivo de fomentar o interesse, o conhecimento e o debate sobre o funcionamento da União Europeia e das suas instituições, assim como da sua inter-relação com Portugal e os portugueses, de modo especial na região do Minho.

 c) O concurso é dirigido aos alunos de todos os Agrupamentos de Escolas dos distritos de Braga e Viana do Castelo e tem como período de vigência o ano letivo de 2017/2018.

 

2. Cláusulas regulamentares

 

Artigo 1.º: Âmbito

O presente regulamento estabelece as regras a aplicar no concurso “Solidariedade: uma imagem de marca da União Europeia”, referente ao ano letivo 2017/2018, no âmbito territorial dos distritos de Braga e de Viana do Castelo.

 

Artigo 2.º: Destinatários

Este concurso destina-se à participação dos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico, do Ensino Secundário e Profissional, que frequentam as escolas dos distritos de Braga e Viana do Castelo.

 

Artigo 3.º: Condições de Participação

1.º – Os trabalhos a apresentar devem versar sobre o tema do concurso – “Solidariedade: uma imagem de marca da União Europeia” –, em composição de índole argumentativa, escrita em língua portuguesa (com aplicação do novo Acordo Ortográfico); a abordagem e desenvolvimento do tema proposto devem ainda incidir obrigatoriamente sobre a União Europeia e a região de influência (parcial ou integralmente) nos distritos de Braga e Viana do Castelo, podendo, ou não, ser acompanhada de imagens.

2.º – O concurso contempla a segmentação dos participantes em dois escalões mediante os níveis de ensino que frequentam, a saber: o Escalão A corresponde ao Ensino Secundário e Profissional; o Escalão B corresponde aos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico.

3.º – Os trabalhos a apresentar terão, obrigatoriamente, um formato digital ou multimédia.

4.º – O trabalho pode ser realizado por um aluno ou por um grupo de alunos constituído por um máximo de sete elementos, oriundos de uma turma ou de várias turmas.

5.º – Os trabalhos terão de ser elaborados antes do final do 2.º período letivo, e enviados até ao dia 23 de março de 2018, para a Organização deste concurso, através de e-mail (para os endereços director@diariodominho.pt / escolanaeuropa@gmail.com) e/ou via CTT (para a morada Concurso “Prémio Escola na Europa” – Jornal Diário do Minho – Rua de São Brás, N.º 1 – Gualtar – 4710-306 Braga).

6.º – A apresentação dos trabalhos deverá ser acompanhada de uma ficha de identificação, de onde constem obrigatoriamente o título/tema do trabalho a concurso, o nome do(s) concorrente(s), o contacto e uma descrição sumária do conteúdo.

 

Artigo 4.º: Processo de seleção e Júris

1.º – Os melhores trabalhos de cada Escola/Agrupamento serão sujeitos a uma avaliação pelo júri final, constituído por representantes do jornal Diário do Minho, da APACRA – Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Minhota, um representante do eurodeputado José Manuel Fernandes, e Carlos Medeiros, especialista em assuntos europeus.

2.º – Os trabalhos serão avaliados/valorizados nas seguintes componentes: a) Adequação ao tema proposto; b) clareza na exposição das ideias e correta aplicação das regras de funcionamento da língua portuguesa; c) consistência e coesão argumentativas; d) profundidade da pesquisa e da investigação efetuadas; e) criatividade e originalidade.

3.º – O júri final apresentará os resultados das classificações até 08 de abril de 2018, a fim de serem comunicados diretamente aos participantes e divulgados pelo Diário do Minho no prazo de oito dias úteis a contar da data referida neste parágrafo.

4.º – A decisão do júri é definitiva e dela não cabe qualquer recurso.

 

Artigo 5: Prémios

1.º – A atribuição de prémios será segmentada de acordo com os níveis de ensino aos quais correspondem os escalões do concurso: Secundário e Profissional (Escalão A); e 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico (Escalão B).

2.º – O prémio para o vencedor do concurso relativo aos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico (Escalão B) será um cheque-brinde de , para aquisição de material ou realização de atividade(s) que o Diretor de Agrupamento/ Escola entenda como pertinente para a comunidade escolar.

3.º – O prémio para o vencedor do concurso relativo ao Ensino Secundário e Profissional (Escalão A) será uma visita ao Parlamento Europeu, contemplando o aluno e/ou grupo de alunos concorrente(s) e dois docentes/representantes da Escola/Agrupamento frequentada/o pelo vencedor. Este prémio inclui viagens de ida e volta (de avião) e alojamento em Bruxelas, assim como os custos relacionados com o “programa” dessa visita.

4.º – As Escolas/Agrupamentos frequentadas/os pelos vencedores receberão, por seu lado, uma assinatura digital do Diário do Minho e um tablet para a comunidade escolar.

5.º – A(s) entrega(s) dos prémios será(ão) efetuada(s) em evento(s) a realizar, em local a anunciar oportunamente.

 

Artigo 6.º: Promoção e Divulgação

único – Os melhores trabalhos poderão vir a ser divulgados no jornal Diário do Minho, caso sejam considerados pertinentes para esse efeito, na sequência de uma avaliação feita pelo Diretor deste órgão de comunicação social.

 

Artigo 7.º: Disposições finais

1.º – A organização do concurso reserva-se o direito de utilizar o material das contribuições para utilização em eventos públicos e com fins promocionais, salvaguardando interesses ou objeções manifestadas por elementos participantes na elaboração dos mesmos.

2.º – A participação no concurso implica a plena aceitação das normas do presente regulamento.

3.º – A organização não se responsabiliza pela anulação, adiamento ou alteração do concurso em virtude de circunstâncias imprevistas, nem será responsável por qualquer roubo, perda, dano ou atraso relativo à circulação dos trabalhos objeto de candidatura.

 


Download do documento