Artigos de Opinião

15-02-2018

O PSD e Portugal

O Partido Social Democrata nasceu do povo e em Portugal. Sou socialdemocrata e identifico-me com o PSD. Defendo a liberdade, a democracia, a dignidade humana, a solidariedade. Quero igualdade de oportunidades, mas não quero que seja tudo igual. É essencial promover o mérito e, em simultâneo, ajudar quem mais precisa. Na caminhada da vida não podemos deixar ninguém para trás. Defendo a ascensão social de cada pessoa.

01-02-2018

Mais Valia

Os jovens têm de ser a principal prioridade das políticas públicas, dos orçamentos de Estado e dos fundos e programas europeus. Não podemos desperdiçar a força dos jovens, o seu talento e criatividade, as suas competências.


18-01-2018

Proteger e salvar vidas humanas

A segurança e a proteção civil são uma competência de cada Estado-Membro. No entanto, a União Europeia tem a obrigação de apoiar e coordenar intervenções de socorro e assistência sempre que tal se imponha. Salvar vidas humanas tem de ser a máxima prioridade para todos nós. Face às alterações climáticas, estamos cada vez mais sujeitos a fenómenos extremos, com impactos sucessivamente mais graves. Também não estamos livres de terramotos, ataques terroristas ou epidemias, como as dos vírus ébola e zica.

21-12-2017

As “Raríssimas” são raras mas não são muito raríssimas!

As instituições particulares e de solidariedade social (IPSS), incluindo misericórdias, centros sociais, associações e outras coletividades, fazem um trabalho notável em Portugal, contribuindo para a inclusão e a coesão social, económica e territorial. A maior parte dos seus dirigentes faz voluntariado de forma anónima, contribuindo financeiramente para além do tempo pessoal que disponibilizam gratuitamente.


16-12-2017

Plano Juncker 2.0 - Oportunidade para Portugal (Jornal Expresso)

Esta semana, o Parlamento Europeu aprovou o reforço e a extensão do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE) - Plano Juncker 2.0 - que passará a mobilizar 500 mil milhões de euros até 2020.


07-12-2017

Mário Centeno vai exigir a António Costa

Mário Centeno foi eleito esta segunda-feira presidente do Eurogrupo, o que prestigia o próprio e Portugal. (...)

23-11-2017

Iguais a António Costa!

Na madrugada do passado sábado - depois de mais de 16 horas de negociação -, o Parlamento Europeu chegou a acordo com o Conselho para o orçamento da UE de 2018.


09-11-2017

Os “tijolos” do Papa Francisco

No mês passado, participei numa conferência sobre o futuro do projeto europeu intitulada “Re-pensar a Europa”, promovida no Vaticano pela Comissão dos Episcopados da Comunidade Europeia (COMECE). Muito agradeço o convite do Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, em nome da Conferência Episcopal Portuguesa.


26-10-2017

Simplesmente abandonados

Pensávamos que Pedrógão Grande não se repetiria. Foi há 4 meses. No dia 17 de Junho, morreram 64 pessoas e mais de 250 ficaram feridas. Os erros e a incompetência do Governo na área da Proteção Civil ficaram bem evidentes e não era preciso esperar por um relatório para nos dizer que tinha corrido tudo mal.

12-10-2017

Obrigado por reforçarem a democracia!

As eleições autárquicas são as que têm menor taxa de abstenção, as que envolvem mais candidatos, obrigam à proximidade e, por isso, constituem um hino à democracia.

22-06-2017

O governo vai fazer de conta

O governo de António Costa prega o descentralismo, mas pratica o centralismo. A última prova foi a decisão de propor a cidade de Lisboa para nova sede da Agência Europeia do Medicamento (AEM), que vai sair do Reino Unido em virtude do Brexit.

08-06-2017

Não estou certo!


11-05-2017

Melhores ações e respostas

Emmanuelle Macron ganhou as eleições presidenciais francesas. É motivo de satisfação para os que defendem uma União livre e solidária, aberta, multicultural e tolerante. É motivo de tristeza para os radicais de direita e de esquerda que defendem o protecionismo, o fim do euro e da União Europeia.


27-04-2017

Será demasiado tarde!

Os radicais de direita e de esquerda estão a aprisionar os moderados. Tenho repetido esta frase, confirmada pelos resultados da primeira volta, do passado domingo, para as presidenciais em França. Foi o banqueiro Emmanuel Macron, ex-ministro de François Hollande, mas que se afirma independente, nem de esquerda nem de direita, defensor dos valores da UE, que venceu a primeira volta com 23,9%. Terá a acompanhá-lo, na segunda volta, Marine Le Pen, que obteve 21,4% dos votos. François Fillon teve 19,9%, o candidato de extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon teve 19,5%, e o grande derrotado foi o candidato socialista Benoît Hamom, que teve apenas 6,3% dos votos. A conclusão é simples: os radicais cresceram e aproximam-se, em termos de votos, dos moderados.

13-04-2017

Financiamento Extraordinário

Desde o Tratado de Lisboa que o Quadro Financeiro Plurianual -QFP- é um acto juridicamente vinculativo, onde são fixados, por categoria de despesa, os montantes dos limites máximos anuais e o limite máximo anual das dotações para pagamentos, reflectindo as políticas da União para um período de, pelo menos, cinco anos.

30-03-2017

Entalados pelos radicais

Temos pela frente dois longos anos, se tudo correr como estabelecido, para a saída do Reino Unido da União Europeia. Ontem, 29 de março, Theresa May accionou o artigo 50 do Tratado de Lisboa, notificando a União Europeia e dando assim início às negociações para o Brexit.


02-03-2017

Mundo Aberto


16-02-2017

Perigoso aumento


02-02-2017

Guardar os nossos valores

"Le nationalisme c'est la guerre!" Esta frase foi proferida por François Miterrand, no seu último discurso, em 17 de janeiro de 1995, em Estrasburgo, no Parlamento Europeu. Hoje, passados mais de 20 anos, tem um significado reforçado. E ainda não atingimos o "pico” do movimento global nacionalista. O mundo está cada vez mais perigoso. Já sabíamos das intenções de Putin e do seu objectivo de alargar as fronteiras. Mas não imaginávamos que teríamos uma espécie de "réplica" nos Estados Unidos da América! Trump, também ele, quer recuperar o "orgulho americano". Vai procurar fortalecer a economia norte-americana, ainda que seja à custa da sustentabilidade ambiental. Estou absolutamente convencido que, se não tivéssemos União Europeia, a Rússia do Sr. Putin não teria ficado pela anexação da Crimeia. Putin precisa da desagregação da União Europeia para triunfar e, para isso, financia a extrema-direita de Marine le Pen, a extrema-esquerda do Syriza e todos os movimentos tipo "Brexit"... e até interfere nas eleições americanas através de "hackers".

19-01-2017

Não é uma boa medida!

Todos sabemos, mas convém relembrar, que António Costa perdeu as últimas eleições legislativas. Para sobreviver politicamente assinou um acordo com a esquerda populista e radical, onde se comprometia a não baixar a Taxa Social Única (TSU). Na concertação social, o governo comprometeu-se a baixar a TSU como compensação para o aumento do salário mínimo. Os partidos que apoiam o governo já fizeram saber que estão contra!


21-12-2016

Prudência e optimismo

O medo continua a mandar. Foi o medo de novas guerras que esteve na génese da União Europeia. O objectivo da paz foi de tal modo conseguido que não o valorizamos e consideramo-lo, embora erradamente, como absolutamente adquirido. O medo e as crises levaram à integração, à criação de uma moeda única, ao avanço para uma União Bancária, à concretização do mecanismo europeu de estabilidade.

08-12-2016

Desenvolver a genialidade do Abade

A figura e o legado do Abade de Priscos, um membro do clero que se evidenciou pelos serviços prestados à sua comunidade local e ao país entre a segunda metade do século XIX e as primeiras décadas do século XX, revelam-se de forma primorosa no livro “A vida e as receitas inéditas do Abade de Priscos”.

24-11-2016

12 milhões de euros por dia!

Tenho participado, desde 2010, em todas as negociações do orçamento da União Europeia. Neste mandato tenho-o feito na qualidade de coordenador do Partido Popular Europeu na comissão dos orçamentos e, em 2016, como negociador principal para o orçamento. As negociações são sempre extenuantes e nem sempre recompensadoras.