Eurodeputado José Manuel Fernandes aponta sucesso da construção europeia como salvaguarda de valores humanistas e sociais

Sessão sobre os 60 anos da União Europeia, no Agrupamento de Escolas Santos Simões, em Guimarães

O Eurodeputado José Manuel Fernandes sublinhou hoje a importância da dimensão social no processo de construção europeia, como um fator determinante para valorização da qualidade de vida das pessoas e do crescimento económico.

Intervindo numa sessão com alunos do Agrupamento de Escolas Santos Simões, em Guimarães, José Manuel Fernandes destacou o impacto da União Europeia na defesa de valores humanistas e sociais, não só no interior do espaço europeu, mas também à escala global.

"É esta dimensão social e humanista que temos hoje de defender e preservar, com responsabilidades acrescidas face às ameaças nacionalistas e extremistas", apontou o eurodeputado, que amanhã, quarta-feira, lança o livro "A Economia Social em Portugal" - numa cerimónia que vai ter lugar às 18h00, na Santa Casa da Misericórdia do Porto, com a participação do comissário europeu Carlos Moedas e do eurodeputado Paulo Rangel.

Perante alunos que participam no projeto Parlamento Europeu dos Jovens, José Manuel Fernandes recorreu à declaração Robert Schuman de 9 de maio de 1950 para vincar as virtudes de uma União Europeia que nasceu com base num primado de "solidariedade de facto, através de ações concretas" entre nações e povos que tinham acabado de sair da II Guerra Mundial, que provocou 55 milhões de mortos.

No balanço de 60 anos de integração europeia, o eurodeputado salientou o sucesso de uma Europa que tem assegurado a paz - que "nunca está definitivamente garantida, como se tem tornado evidente" -, a liberdade, a democracia, a defesa dos valores humanos e do ambiente, a igualdade e os direitos sociais.

No entanto, não esqueceu os eurocéticos. "Somos muito críticos em relação à União Europeia, mas esta é a região do mundo onde as pessoas têm a oportunidade de viver em melhores condições, com mais direitos e garantias de liberdade, democracia e proteção social. Não é por acaso que temos uma pressão enorme de populações de outras zonas do mundo que querem entrar na UE", apontou José Manuel Fernandes, referindo-se ao fenómeno das migrações.

No final, o eurodeputado desafiou os jovens a uma intervenção ativa no contexto da construção do país e da União Europeia, aproveitando para incentivar o recurso à internet e redes sociais para melhor informação e esclarecimento sobre questões europeias, como é o caso da rubrica multimedia 'Minuto Europeu' que é desenvolvida por José Manuel Fernandes e pelo colega eurodeputado Carlos Coelho.